Retornar a primeira página


DRIENDL, Thomas Georg

Pintor, decorador, restaurador, arquiteto e professor.
Thomas Georg Driendl (1849: Munique, Alemanha – 1916: Niterói, RJ).

Praticou a paisagem, o retrato, as cenas de gênero e assuntos religiosos.
1873 – Fez seus estudos artísticos na Akademie der Bildenden Kunst (Academia de Belas Artes) de Munique.
1881 – Viajou para o Brasil na condição de procurador-geral do Instituto de Pintura Religiosa de Munique para a América do Sul, radicando-se no Rio de Janeiro.
1881- 84 – Residiu no bairro carioca de Santa Teresa, em companhia dos pintores Georg Grimm e Miguel Allgayer.
1882 – Expôs, pela primeira vez, no Liceu de Artes e Ofícios do Rio de Janeiro. Junto com Grimm, executou a decoração do Liceu Literário Português. Paralelamente, manteve em São Paulo uma representação do Instituto de Pintura Religiosa de Munique.
1883 – Executou vitrais para a igreja de São Francisco de Paula, no Rio de Janeiro. Neste ano fez parte da Exposição Geral da Academia Imperial, onde recebeu medalha de ouro, apresentando o quadro Retrato do Conselheiro Ferreira Viana. Inconformados com os rumos supostamente acadêmicos da Academia, Driendl e Grimm foram morar na praia da Boa Viagem, em Niterói, sendo seguidos pelos discípulos J. B. Castagneto, Antonio Parreiras, Hipólito Caron, Domingos Garcia y Vasquez, Francisco Gomes Ribeiro e José da França Júnior. A iniciativa deu origem ao chamado Grupo Grimm, formado por artistas que buscavam o ar livre, buscando exercer em liberdade a pintura de tipo impressionista.
1888 – Naturalizou-se brasileiro.
1889 – Realizou decorações, além do pano de boca e cenários para o Teatro Santa Teresa (hoje Teatro Municipal, em Niterói).
1904 – Projetou as estações das barcas de Niterói.
1916 – Realizou novas decorações no Teatro de Santa Teresa.


Fontes
CAMPOFIORITO, Quirino. História da pintura brasileira no século XIX. Pinakotheke, Rio de Janeiro, 1983.
CAVALCANTI e Ayala. Dicionário Brasileiro de Artistas Plásticos. MEC/INL, 1973-77.
LEVY, Carlos Roberto Maciel. O Grupo Grimm, paisagismo brasileiro no século XIX. Pinakotheke, Rio de Janeiro, 1980.
< http://www.sandranunes.com/brasil/Pintura_ao_Ar_Livre_2>

RMS