imprimir

LEWY, Walter
Pintor, desenhista, gravador, ilustrador e publicitário.
Walter Lewy (1905: Bad Oldesloe, Alemanha – 1995: São Paulo, SP).

Foi um dos raros pintores surrealistas no Brasil. Sua obra revela afinidades com Max Ernst e Yves Tanguy. Sua pintura é bem definida, o desenho competente (revela influência de sua mão de publicitário) o que lhe conferiu destaque no movimento surrealista.
1923-27 – Estudou na Escola de Artes e Ofícios, em Dortmund, Alemanha. Ali travou os primeiros contatos com o realismo mágico, que seria o seu caminho para o surrealismo. Conheceu os trabalhos de Yves Tanguy, que muito o influenciaram.
1932 – Realizou sua primeira exposição individual, em Bad Lippspringe, Alemenha A mostra, contudo, foi encerrada porque as autoridades nazistas não autorizavam que judeus participassem da vida cultural do país.
1937 – Viajou para São Paulo, fugindo das perseguições e deixando numerosas obras na Alemanha. Esses trabalhos foram mandados para a Holanda, mas acabaram se perderam por causa dos bombardeios durante a Segunda Guerra Mundial.
1939 – Retomou a pintura, seguindo a estética surrealista. Entrou em contato com diversos mestres nacionais, como Di Cavalcanti, Pancetti, Bonadei, Rebolo e Clovis Graciano.
1974 – Recebeu o prêmio Pintor do Ano e Viagem à Europa, atribuído pela Associação Brasileira de Críticos de Arte.

Entre suas mostras individuais, além da já mencionada, merecem destaque as seguintes:
1944 – Atelier do pintor Clóvis Graciano, São Paulo.
1956 – Museu de Arte de São Paulo.
1960 – Galeria Aremar, São Paulo.
1965 – Galeria Astreia, São Paulo.
1972 – Galeria Portal, São Paulo.
1974 – Retrospectiva, Museu de Arte de São Paulo; Galeria Bonfiglioli, São Paulo. 1976 – Galeria Debret, Paris.
1982 – Galeria Uirapuru, São Paulo.
1985 – Homenagem a Walter Levy, Galeria da Faculdade Santa Marcelina, São Paulo. 1986 – Galeria Uirapuru, São Paulo.
1989 – Espaço Aldo Marchand, São Paulo.
1990 – Espaço Cultural Banco Central do Brasil, São Paulo.

Participou de diversas mostras coletivas, entre as quais as abaixo relacionadas:
1965 – Bienal de São Paulo, Sala de Surrealismo e Arte Fantástica, São Paulo.
1967 – 12 Artistas Surrealistas, Teatro Itália, São Paulo.


Fontes
CAVALCANTI e Ayala. Dicionário Brasileiro de Artistas Plásticos. MEC/INL, 1973-77.
LEITE, José Roberto Teixeira. Dicionário Crítico da Pintura no Brasil. p. 286, Artlivre, Rio de Janeiro, 1988.
PFEIFFER, Wolfgang. Homenagem a Walter Levy: óleos e litografias. Faculdade Santa Marcelina, São Paulo, 1985.
PFEIFFER, Wolfgang. Artistas alemães e o Brasil. Empresa das Artes, São Paulo, 1996.
PONTUAL, Roberto. Arte/Brasil/Hoje/50 Anos depois. Collectio, São Paulo, 1973.
WALTER Lewy, Surrealismo tropical. Espaço Cultural do Banco do Brasil, São Paulo, 1990.
ZANINI, Walter. História Geral da Arte no Brasil. Instituto Moreira Salles, Fundação Djalma Guimarães, São Paulo, 1983.
< http://www.pt.wikipedia.org./wiki/Walter_Lewy>
< http://www.escritoriodearte.com/listarQuadros_asp?artista=71>
< http://www.leilaoeletronico.com.br/biografia/Walter_Lewy.pdf>

 

RMS